SESCON Goiás

Novas empresas em Goiânia podem ser abertas em até seis dias

A Prefeitura de Goiânia, Governo de Goiás e Sebrae, trabalham para diminuir prazos exigidos para abertura de novas empresas. Atualmente, o processo leva, em média, dezesseis dias e pode cair para seis dias úteis. Com isso, o tempo para legalizar as atividades deverá cair de 21 para quatro dias.

 O relatório do Doing Business Subnacional Brasil 2021, divulgado pelo o Banco Mundial, apresentou uma análise comparativa do ambiente de negócios nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. Em documento, foi sugerida a criação de uma plataforma de integração do sistema operacional dos dados e das informações que os órgãos envolvidos exigem nos processos de abertura de empresas, como: Junta Comercial do Estado, Secretaria Municipal de Planejamento e Habitação, Agência Municipal do Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Saúde, Corpo de Bombeiros e Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Economia Criativa.

Na plataforma, o empregador realizará as principais interações para o seu negócio, facilitando a abertura de empresas e emissões de licença do exercício de atividades econômicas, o que ajudará no lançamento do certificado de licenciamento.

Auxílio contábil

O presidente do SESCON-Goiás, Edson Cândido Pinto, destaca a importância do acompanhamento de um contador durante o processo de abertura de novas empresas.

“A participação do contador fará toda a diferença durante o processo de abertura de novas empresas. O profissional contábil conhece toda parte do procedimento, burocracias e deveres que o contribuinte precisa seguir após a abertura de empresa”, ressalta.

Edson Cândido Pinto ressalta ainda que o contador irá facilitar no tempo de espera do processo.

“O contador além de ajudar em todas as partes burocráticas, ele também ajudará no tempo de espera desses processos, além de fazer todo o preenchimento dos dados necessários na abertura para que nada saia errado, pois, se alguns dados não forem preenchidos corretamente pode ocorrer de não serem aprovados”, finaliza.

O secretário de Desenvolvimento e Economia Criativa (SEDEC), Silvio Sousa, disse por meio de publicação no site oficial que as propostas feitas pela a prefeitura de Goiânia irá ajudar os futuros empresários.

“A proposta da Prefeitura de Goiânia, com essa parceria envolvendo o Governo do Estado e o Sebrae, visa simplificar o sistema para a criação de novas empresas, reduzindo o número de documentos exigidos, e permitindo o licenciamento informatizado. Estamos trabalhando para agilizar o processo, onde o contribuinte acesse uma plataforma capaz de conceder automaticamente a liberação em poucos dias”, finaliza.

Por Handressa Simão – Estagiária de jornalismo do Sescon-Goiás

Handressa Simão

Comente este post

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.

Abrir Chat
Precisando de ajuda?
Ola!
O que precisa?